Dia Mundial de COMBATE AO BULLYING

Dia Mundial de COMBATE AO BULLYING

Todos os anos, no dia 20 de outubro, comemora-se o Dia Mundial de Combate ao Bullying, visando consciencializar a população mundial para esta forma de violência, apoiar e incentivar as vítimas a denunciarem estas graves situações e encontrar formas de as prevenir, visto que a luta contra o bullying não é uma tarefa de um dia, nem de um grupo de pessoas, mas sim de todos os dias do ano e de todas as pessoas.
O bullying é um problema de toda a sociedade, não só dos das crianças, jovens, pais ou professores!

O bullying corresponde a comportamentos intencionalmente agressivos, violentos e/ou humilhantes, que envolvem um desequilíbrio de poder: as crianças e jovens que fazem bullying usam o seu poder (a sua força física ou o acesso a alguma informação constrangedora, por exemplo) para controlar e prejudicar outras crianças e jovens. É um comportamento repetido ao longo do tempo, que acontece várias vezes.
 O bullying inclui comportamentos como ameaçar, espalhar boatos, atacar alguém fisicamente (bater, arranhar, cuspir, roubar ou partir objetos) ou verbalmente (chamar nomes, provocar, dizer às outras crianças para não serem amigas de uma delas, gozar) ou excluir alguém do grupo propositadamente.
É importante referir que as brincadeiras em que existe envolvimento físico, o “andar à luta” e outras formas de comportamento agressivo, mas que não têm a intenção de causar danos, não podem nem devem ser consideradas bullying.
O bullying não é normal, não faz parte de “ser criança” ou “crescer”, não torna as crianças “mais fortes”.
Responder ao bullying com mais comportamentos agressivos, não resolve o problema: as respostas agressivas tendem a levar a mais violência e mais bullying contra as vítimas. Por mais difícil que seja para a criança (e para os pais) é importante falar sobre o bullying.

A família é uma das estruturas mais importantes na prevenção e no combate à violência praticada contra crianças e jovens, assim como a escola.
Os pais devem perguntar diariamente aos filhos sobre o dia na escola e perceber pelas respostas se os filhos permanecem tristes ou distantes, o que pode ser indicativo de problemas de bullying. Encoraje os filhos a expressarem o que sentem, a dizerem “não” quando estão desconfortáveis e a não reagirem com violência, para não gerir ainda mais violência.
O que fazer se suspeitar que o seu filho é vítima de bullying:
• Incentivar a partilha de problemas, especialmente se notar alterações no comportamento: recusa em ir para a escola, queixas somáticas constantes (dor de cabeça, de barriga, tonturas…), mas sem insistir em demasiado.
• Ouvir atentamente, sem críticas e julgamentos negativos, o relato de situações problemáticas e elogiar essa partilha.
• Averiguar da veracidade do relato, discretamente.
• Fazer um diário dos acontecimentos.
• Abordar a escola (professor, diretor de turma, direção) e apresentar calmamente a situação para, conjuntamente, serem encontradas soluções.
• Reunir regularmente com o interlocutor escolar para fazer o ponto da situação.
• Aconselhar o jovem a procurar evitar o(s) agressor(es), especialmente se estiver sozinho, e a procurar ajuda junto dos adultos (professores, assistentes operacionais).
• Tentar ‘treinar’ o que fazer na próxima situação (verbalizar «não, afasta-te de mim», etc.); deve enfrentar o bully, mas não usar da agressividade e violência deste.
• Monitorizar diariamente junto da criança/adolescente o problema, de forma calma e ponderada, e respeitando o tempo e a vontade da criança/adolescente.

Na escola, são dinamizadas várias ações para prevenir e combater a violência praticada em contexto escolar contra crianças e jovens, especialmente no âmbito das atividades dos Serviços de Psicologia e Orientação (SPO) do Agrupamento e do Projeto Escola Promotora de Saúde (EPS), entre estas destacam-se as ações dinamizadas em parceria com a GNR – Escola Segura.

Ver o vídeo:
“Um Ciclo Vicioso” 

SPO / EPS

Calendário de Atividades

novembro 2018
Sb D
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30

Próximas Atividades

Sem eventos

Plano Anual de Atividades

Testes Comuns

Revista "Sacola"

1º período (dez. 2017)

2º período (março 2018)

3º período (junho 2018)

 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
BilerChildrenLeg og SpilAutobranchen