Maratona de cartas: um verdadeiro exercício de cidadania!

  • Imprimir

Maratona de cartas: um verdadeiro exercício de cidadania!

Todos os anos a Amnistia Internacional convida-nos a participar naquele que é considerado o maior evento de direitos humanos: A Maratona de Cartas. Este ano não é exceção e juntos poderemos mudar as vidas de pessoas injustamente presas ou ameaçadas, tem até 31 de janeiro de 2012.
Em 2019, o nome de muitos de nós, constava da lista de 6.609.837 assinaturas da Maratona de Cartas. Com uma simples assinatura contribuímos para melhorar, ou mesmo salvar a vida de pessoas, a quem foram negados os direitos humanos.
Os alunos do 9ºD e dos 11º anos A, B e D estudaram os seis casos selecionados pela Amnistia Internacional Portugal, no âmbito dos seus projetos de Cidadania/ DAC e do projeto eTwinning “Single Voices. Global Choices”, que se apresentam a seguir: 

 

  • Jani Silva, ativista ameaçada de morte por defender a proteção da Amazónia colombiana;
  • Germain Rukuki, ativista condenado a 32 anos de prisão por defender os direitos humanos no Burundi;
  • Nassima al-Sada, ativista presa desde 2018 por defender a liberdade das mulheres na Arábia Saudita;
  • Paing Phyo Min, poeta condenado a seis anos de prisão por ter criticado os militares do Myanmar durante uma das suas atuações;
  •  Melike Balkan e Özgür Gür, dois do grupo de estudantes universitários ativistas turcos, perseguidos por defender os direitos LGBTI+
  • El Hiblu 3, três adolescentes, que partiram dos seus países até à Líbia, para cumprirem os seus sonhos, embarcaram num barco insuflável com destino à Europa, com mais de 100 refugiados, para escapar à violência e à tortura praticada nesse país, foram presos em Malta e acusados de sequestro. (ler mais https://www.amnistia.pt/maratona/#caso3)

Partilhamos convosco um vídeo em que alunos apresentam os seis casos.

Cabe-nos agora exercer o direito e dever de ação em prol dos Direitos Humanos, um ato de solidariedade que poderá ter um impacto incrível na vida dessas pessoas. Para tal, basta aceder a este link (www.amnistia.pt/maratona), onde poderãoselecionar todos os casos de uma vez, e preencher o formulário. Não se esqueçam de inserir o código K5Y9, atribuído ao Agrupamento de Escolas de Sátão. O prazo termina no dia 15 de janeiro.

Desafiem todas as pessoas que conhecem a assinarem as 6 petições apresentadas. Partilhem este link www.amnistia.pt/maratonae o código do AES K5Y9, pois quantas mais pessoas assinarem, mais probabilidades teremos de conseguir justiça por todas estas pessoas.

Desejamos a todos um ano com saúde, paz e justiça.